Publicado por: Renan Accioly Wamser | junho 23, 2009

O telefone tocou novamente

Caminhando por entre as estradas largas da rodovia que cruza a casa de minha avó, me aproximei do telefone público. Era hora de matar um pouco da saudade que consome diariamente minha vida. Acompanhada de uma vontade absurda de ir embora, eu ouço por entre milhares de quilômetros de fios as vozes daqueles que eu clamo por estarem ao meu lado. Gente simples que somente quer escutar o que você tem a dizer e de certa maneira levar a rotina de ambos a um trabalho menos desesperador.

Um sol absurdo descia por entre um trilhado de árvores e passava por cima de mim sem nenhuma piedade. Telefone distante, mas desta vez ocupado. Havia um senhor na beira dos seus 60 anos, tentando discar os números que já pareciam meio opacos sem os óculos que havia deixado em casa. Puxou o gancho, já gasto pelos lamentos, risos e conversas de centenas de outras pessoas e clamou:

– Mamãe. É você?

– É seu filho, sim. Como está a senhora?

– Mãezinha, estou juntando dinheiro pra te visitar. Vou pro Rio de Janeiro assim que o emprego me permitir. Daria tudo para ter você comigo.

 Uma lágrima escorreu por entre os olhos e o gancho negro do telefone. Exatamente àquela hora estava eu sentado ao meio-fio da calçada em frente e essa cena apertou meu peito de maneira tão avassaladora que não me contive. Imaginei, acompanhado as lágrimas do filho, que pior do que perder alguma pessoa e ter de se contentar com isso, é estar longe de alguém e por ocasiões da vida estar privado de tê-la ao seu lado. Limitar o sentimento é morrer aos poucos.

Anúncios

Responses

  1. Nós queremos ir embora desta merda de cidade. Fica aí a dica.

  2. Entre num concurso de contos…

  3. gostei deste conto espero que enviem-me sempre este tipo de conto

  4. É a pior tortura que existe: a distância dos entes queridos…
    Bjs.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: