Publicado por: Renan Accioly Wamser | maio 7, 2008

Ídolos

Acho que vou comprar um Marlboro vermelho para guardar no bolso esquerdo do meu blusão verde estilo caminhoneiro de carreta. Não fumo nem nada disso, mas gosto da idéia de tirar um cigarro do bolso. Quero oferecer ele para aquelas pessoas que ficam pelos corredores a procura de algum variante. Variantes divertidos como ficar observando o professor dar uma aula inútil sobre a história da TV e a ligação do rádio e política. Troco esses ensinamentos por livros, faz uns dois meses que não ando prestando atenção naquela barba do professor e sim em histórias de coelhos e luvas de beisebol.

Engraçado como eu consigo analisar as pessoas sem mesmo me importar se elas são aquilos ou não. Geralmente são bem estúpidas como penso. Querem saber de tudo e levantar o braço para discutir assuntos tão distantes de todos nós. Deve ser bom parecer saudável e bem conceituado. Ainda sim prefiro me manter distante. Ser informado é ser estúpido. Não de tudo, sabe. Mas saber da cotação do dólar e de investimento futuros. Por que diabos andar de terninho e querer sem um empreendedor? Interessante é o podre, o sujo e natural.

O ser humano tem dois destinos: ser um cretino rico ou um pobre estúpido. As coisas não se diferem entre isso. Estúpido por não ter sido rico e cretino por ter se tornado parte do meio. Eu gosto daquelas pessoas estranhas. O Seu Jorge que tinha uns óculos verdes pra lá de antigos e levava queijo de trança sempre que ia lá em casa. Minha mãe não gostava muito dele. Tudo bem que ele era gordo e fedido, mas ele tratava as crianças como gente e usava umas roupas xadrez. Morreu do nada, nunca mais comi queijo de trança.

Diferente de gente gorda normal. Aqueles que entram no ônibus e ficam com medo de que as pessoas achem que eles são gordos mesmo. Preferem ficar em pé a sentar porque as pessoas vão ficar olhando eles ocuparem os dois lados do banco. Seja gordo com prazer mesmo. Seu eu fosse gordo estaria pouco me fudendo e não usaria batas gigantes e nem salto alto pra querer ficar na moda. O Carmelindo era um outro personagem exemplar da simplicidade. Era zelador e também não cheirava nada bem, vivia mexendo no lixo do prédio. Mas ele não tinha vergonha de nada disso e falava por horas com qualquer um que topava no corredor. Era até bonito de se ver.

Esses tipos devem ser uns 0,3% da humanidade. Os outros 99,7% usam gel, gostam de Ferrari, bebem para ficar bêbados, escutam rock para se revoltarem, lêem para provar um certo intelectualismo e locam lançamentos. Quero fugir disso, ainda acho que quem levanta a mão na aula deveria ter a mesma decepada e quem não tem o que calçar deveria estar ali na frente me dando aula. Deixaria um livro para depois se pudesse ouvir eles falarem.

Anúncios

Responses

  1. eu não sei o que é esse queijo aí, mas não me decepe a mão por isso.
    Eu ando bem de saco cheio de quase todas as pessoas, acho que estamos numa fase tolerância zero.

    Beijos renanzito
    cuide-se

  2. palmas!
    dou graças que ainda não voltei à esse meio maldito…
    …mas tenho saudades suas e de beber com amigos de verdade.

  3. Eu tinha aquelas mochilas Risca sabe? Quando saía do colégio gostava de abrir o bolso médio da frente e encontrar um lindo maço, igual achar dinheiro. O ato de puxar uma cigarrilha é mesmo legal.

    Essas figuras estranhas que se encontra por ai sãos pessoas de vida sociável de verdade, apesar de ter muitos problemas na vida, cumprimentam a todos.

    Post bacana.

  4. quando li o ultimo paragrafo veio alguns episodios de Malhaçao na minha cabeça!!

  5. core says : I absolutely agree with this !

  6. Sempre que entro no seu blog me emociono. Pq parou de escrever??


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: