Publicado por: Renan Accioly Wamser | dezembro 14, 2007

Contrastes

Pichação

Aquele hotel era um lixo. Milhares de notas de papel espalhadas por cima do balcão e a infração de pagar 150 dólares se perder uma chave de um cofre de plástico. O esquema é o seguinte: Ou você dá um de malandrão ou você está fudido. Subi o elevador que estava com problemas e falava o andar umas trinta e sete vezes antes de você sair dele. 4ª andar, a voz falou pela 37º vez.

Abri a porta e o ambiente me lembrou um daqueles hotéis dos filmes de Tarantino. Uma mulher com uma fisionomia pútrida, sem nenhuma ponta de beleza dos pés a cabeça, olhou pra nossa cara e disse:
— Olá, garotos! Qualquer coisa vocês sabem onde fica meu quarto. Se quiser algo pode vir pedir.
Os sete homens se reviram no elevador de maneira estranha e deram uma risadinha cabal. Eu ri também, mas estava pensando naquele momento como uma coisa tão asquerosa como aquela poderia ter acontecido. É um mundo envolto de lixo e lixo sem fim. Ai vem aquele cara. Sempre ele. O careca, magro, 50 anos e nada a oferecer. Veio com nós no carro e só sabia falar de seus negócios multi milionários, suas viagens internacionais e seu vasto conhecimento gastronômico. Em dois dias de viagens, eu passei a odia-lo mais do que qualquer um em toda minha vida.

Andamos por todos os pontos turísticos como se fossemos um desses milhares de turistas que acha que o Rio é Pão-de-Açucar e Redentor. O carro rondava o centro da cidade e eu achava tudo belo demais. Aquelas pixações em arquiteturas antigas davam um aspecto real a toda àquela cidade. E minhas companhias fazendo piada com o motorista quanto aos tiroteios que acontecem lá e demonstrando a sua suposta superioridade perante tudo. O motorista. Era um daqueles tipos simples que dá gosto de ver, você poderia ficar ouvindo ele durante horas falando da sua vida com aquele ar cômico que só os cariocas possuem.

Foi trocando uma idéia com esse cara que pude definir muitas coisas naquele dia. Entendi que não só o Rio, mas o Brasil é divido em dois grandes compositores: Jorge Ben e Tom Jobim. Enquanto um deles vive o Brasil no seu suor e expõe a essência da cultura nacional o outro está sentado em Copacabana tocando o amor da Bossa Nova nos braços da burguesia.

Anúncios

Responses

  1. O Rio de Janeiro, fevereiro e março!

    Adoro seus textos. E normalmente hotéis são assim mesmo, os corredores transpiram antiguidade e qualquer momento aparece alguém dando “bom dia”.

  2. To interessado sim.

    O grupo de teatro que eu trabalho está de férias, então tenho tempo de sobra…

  3. mas… o roteiro está em construção?

  4. Puta que pariu, que lindo o final desse teu texto. Odeio pessoas que acham ou sabem cozinhar que ficam vangloriando-se. Nada mais chato, e quando ensinam receitas então. Céus.

  5. HAhaha até sei de quem a ´Taísa está falando. E espero que ela não me odeie por saber cozinhar.

    Tom e Jorge Ben são fodas. Cada um à sua maneira.

  6. E tem o Tim Maia, algum rótulo pra ele ? rs..Nem quero saber quem é burguês, quem é representante do autêntico espírito brasileiro, quem só come chocolate…Quero mais é reconhecer o talento dos caras…INEGÁVEL…rs

  7. Ahhh, sou carioca, nascida no Flamengo e posso te dizer o Rio é Tom, Tim, Jorge, Claudinho e Buchecha, Cidinho e Doca. Ás vezes Banda Calypso ( porque nada é perfeito) …Pão de Açúcar, Cinelãndia, Circo Voador, Amarelinho, Redentor, Saara, Jardim Botânico, Ipanema, Meier, Tijuca, boca de fumo, bala perdida rs…brisa e mar, caos e beleza…Saudade do Rio ! rs Ahhh e o Jorge Ben vive na Gávea, um bairro que fica uns 10 minutos da Ipanema de Jobim rs…

  8. Inegável a qualidade de todos eles. Mas to cansado de discutir música, é muito frustrante. Me estendo entre Kreator e Nelson Gonçalvez e sou feliz. Apenas meu ponto de vista de uma visita de dois dias na cidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: