Publicado por: Renan Accioly Wamser | novembro 27, 2007

Um dia de Reis

Aqui sopra um vento dos diabos. Chega a ser tão forte que balança loucamente esses coqueiros magrelos aqui do lado da janela. Eles são finos demais e antes de dormir sempre acho que um dia irão cair em cima da minha janela e suas folhas entrarão na minha boca quando acordar. Essa é a melhor casa que já morei e tudo mais. Não vi nenhum vizinho que me chamasse a atenção. Tem velhas demais, isso sim. Velhas pançudas lá em cima, lá em baixo e por todos os lados. Quando estendem as roupas no varal aparecem usando aquelas roupas que evidenciam suas banhas escrotas no parapeito da janela. Ninguém ouve nada de bom, as garotinhas são caprichadas, mas elas escutam seu pagodinho.

Esta cheio de mulheres por todos os cantos. Nunca vi tantas garotas assim. Mulheres lindas, ainda por cima. São tipos diferentes, mas todas elas têm um charme realmente atraente. Não tenho mais uma visão tão sexual das coisas. As meninas viraram supostas filhas para mim. Quero compartilhar com elas musicas e bons livros, mas não quero somente fode-las como a maioria dos bastardos. Sou uma espécie de mestre do nada. Tenho especialidades na arte de ler somente um autor, ver, escutar e beber. Na de beber eu vacilo às vezes. São várias, mas a maior delas está lá na velha cidade natal.

Foi no final do ano passado. Estávamos saindo há algumas semanas lá pela capital. Éramos amigos de longa data e tínhamos umas boas semelhanças. Conversas de computador nos aproximaram depois de uns longos anos. Já gostava dela antes, pois era uma das poucas garotas que andavam com nosso grupo de amigos escrotos. A conversava rendia, sabe. Voltei a Goiânia com um aperto estranho e a reencontrei. Cabelos longos, aquele sorriso maravilhoso e as suas sardas quase transparentes ratificavam aquela beleza que estava ansioso de perceber.

Saímos para olhar discos, caminhar entre camelôs e ser assaltados em um dos parques da cidade. Eu não me encontrei com ela para beijá-la nem aumentar meu ego masculino. Queria sair pra conversar e conversar. Almoçamos miojo na sua casa e passeamos ainda mais. Aquele dia talvez tenha sido o dia mais Nando Reis da minha vida. Uma virada de ano, na praça do avião, sentados em um banco sujo isolado no meio do nada, me fez perceber o que significa caminhar de mãos dadas. Agora, me debruçando na janela ao lado, fiquei chocado com a vizinha de baixo, ela estava lavando seu All-Star branco e ouvindo a música de mesmo nome.

Anúncios

Responses

  1. Sou eu…
    Dia Nando Reis…mais perfeita definição.
    Te espero aqui novamente!;)

    beijos

  2. Sim, sua casa de rico é bem agradável, passerei muito tempo lá, já fiz até a minha listinha de filmes.

    Bonita postagem e proveitosa não?!

    Muah

  3. Fico de caseira no seu apê quando vc se mandar pra goiâââânia.

    Postagem bem inspirada=*

  4. Se eu tiver que me ater a cada parágrafo pra comentar escreverei laudas e laudas..rsrs..Só uma coisa: texto bom ! Cheio de imagnes…Gostei ! Visualizei..Dava pra fazer um monte de curtas ou clips..rs…

  5. Clap, clap, clap! Minhas vizinhas são todas estranhas, também.

  6. Sair com garotas pra ver se rola pegação é algo que sempre penso que pode acontecer, mas minhas saídas com elas são só pra ver discos e DVDs na FNAC, cerveja em algum bar qualquer e cinema de vez em quando. Não existe nada de errado nisso, mas acho que está na cabeça de todo homem ao sair com uma garota, sempre esperae por “algo mais”, e não adianta negar isso! Ainda mais se a garota tem o mesmo gosto que você tem para pequenas coisas como “melhor marca de cerveja”.
    “O que? Você bebe Bohemia também? Me dê um beijo!”

  7. o ciúmes é inevitável


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: