Publicado por: Renan Accioly Wamser | outubro 29, 2007

Instruções

     Antes de chegar naquela que seria a pior fase da minha vida, eu fui um cara feliz. A pressão do vestibular, decorebas inúteis e professores engraçadinhos só não acabaram com minha vida porque eu optei por não seguir suas recomendações. São mais de três anos devastados em sua vida. Milhões de minutos desperdiçados em assuntos estúpidos que sumirão da sua cabeça quando você terminar aquela maldita prova. Ela pode ser amarela, rosa, vermelha, azul. Várias cores com um mesmo odor fétido de lixo, que, segundo alguns, decidirá seu futuro.

      Mais do que qualquer professor ou livro de exercícios da Federal, as conversas de mesa de bar me ensinaram mais do que qualquer um desses orientadores poderiam me transmitir. Cada pessoa que você encontra e troca um assunto banal é algo a mais na sua vida que não lhe foi forçado. Sinto uma pena danada de ver centenas de alunos com aquelas calças de nylon e blusas brancas de colégio, com seus fichários entupidos de inutilidade e um cansaço estampado na sua face que eles não merecem. Antes de começar o colegial eu só me importava em andar de bicicleta de tarde e ficar com meus amigos. Por que de uma hora para outra eu teria de escolher meu futuro?

      Parece que desde o início da nossa vida, tudo que é mágico tem de ser retirado. Diminuem suas férias, seus compromissos aumentam. Os operários juvenis estão prontos para seguir seu caminho. Nas férias da 7ª série eu fui para chácara do Caio. Ele nunca penteava o cabelo e, naquele momento, era o meu melhor amigo. Sem querer ele me influenciou musicalmente. No carro do seu pai, andávamos pelas estradas do cerrado escutando Raimundos e rindo demais.Não deveria ser diferente para ninguém da nossa idade. Queríamos mais era subir as colinas do terreno e ficar entre vales repletos de barro jogando bosta de vaca seca nos outros como se fossem discos de frisbee.

       Estou vendo os garotos do meu prédio desesperados nas suas escolhas. Pais querem Medicina e algo que dê muito lucro, mas eles só sabem ficar no computador e se divertir. Nesta época, troquei meus dias de estudo por diversão barata, li livros recomendados pelos meus amigos e no terceiro ano anulei qualquer dia de estudo. Não sei o que é o certo, mas troquei meus dias de infelicidade por dias de uma adolescente normal e hoje sei, melhor do que ninguém, o que pensar de mim e do meu futuro.

Anúncios

Responses

  1. Escolha estudar, escolha passar o ensino medio curtindo a vida, escolha medicina, escolha filosofia, jornalismo, computação, engenharia, escolha nao fazer faculdade. Escolha um trabalho, uma esposa ou uma mesa de bar. Mas no fim nunca deixe de escolher a felicidade. xD

  2. Trainspotting faz parte da vida real.

  3. O meu Ensino Médio não foi cheio de pressões. Tinha muita convivência e troca de idéias…sinto saudades.

  4. Tenho 23 anos agora, e lembro de como gostava de brincar em qualquer lugar. Até hoje faço isso. Contava piadas pros meus amigos de sala, jogavamos bola na rua (na época em que São Paulo não era tão, digamos, violenta), quebrava ossos do corpo, arranhava o joelho, etc etc etc. Apesar de estar com 23 anos, ainda tento me divertir, tenho pouquíssimos amigos, infelizmente perdi contato com todos aqueles garotos e garotas de décadas atrás, e hoje vivo no computador, trabalhando como um miserável freelancer, bebendo e trepando de vez em quando. Não podemos imaginar como será a nossa vida depois desse ponto em que você para de brincar com seus bonecos pra começar a se importar com o apartamento que você vai comprar quando sair da casa de seus pais. A vida é uma merda, mas temos que aproveitar aqueles momentos que nos são dados. Nada de Carpe Diem pra mim! Se eu aproveitasse cada dia da minha vida, iria passar a vida pelado!

    P.S.: O “cocksucker” NÃO veio do Tony Soprano.

  5. P.P.S.: e as vegetarianas costumam me perseguir. Não que seja ruim, afinal isso impede delas engordarem.

  6. E viva a sabedoria da cerveja, do barzinho e das conversas noite à fora, trocando impressões e alargando horizontes rsrs…
    PS: Vc já foi à algum lugar chamado “às vezes tempestade, às vezes céu azul” ? Tõ encasquetada com moço de “perfil não diponível” que apareceu lá por minhas bandas, de nome Renan…Alguma pista ?

  7. Eu sou o cara de perfil indisponível que comentou em seu blog. Olá!

  8. Você já sabe o que acontecerá comigo se eu continuar estudando forçado.
    E olha que estou na faculdade.Talvez tenha escolhido o curso errado, caso contrário não iria ser uma obrigação estudar e sim um prazer.
    Tá…escolhi o curso errado, a culpa foram deles, eles…que me obrigaram a decidir meu futuro, assim, do nada.
    Você escreve F-O-D-I-D-A-M-E-N-T-E bem!;)

  9. Eu gostei de estudar, mas todo meu esfotço foi em vão, pois estou na mesma faculdade de merda que você.

  10. “Estou vendo os garotos do meu prédio desesperados nas suas escolhas.”

    Todos vivemos em constante desespero sobre nossas escolhas. Até mesmo no sabor de um simples sorvete.

    Quando leio o que você escreve, parece que estou te escutando. É incrível, adoro demais.

    beijo:*

  11. Engraçado, eu tive um ensino médio bem parecido. Matei todas as horas de aula possíveis, joguei videogame e futebol quando deveria fazer as tarefas. No terceirão fiz estritamente o necessário para passar. Não me arrependo de nada disso. Me arrependeria de não o ter feito.

    As pessoas se preocupam demais com o futuro. Esquecem o que é saborear o presente e criam um passado que não é digno de lembrança. Gente amarga que não aprende com os erros e não sabe olhar pra trás.

  12. Odiava Matemática, mas sempre fui bem em História. É uma parte da minha vida que eu gosto de lembrar, apesar de ter de usar um uniforme enfadonho que me deixava parecendo um ser sem identificação.
    Mas valia a pena. Matava aula de Educação Física, inventava cólicas toda semana. Mas em compensação, tinha as minhas amiguinhas, meus casinhos.
    Eu nunca mais me apaixonei da maneira como me apaixonada no colégio. E sabe que ás vezes sinto falta desse sentimento de ilusão que acompanhavam os meus “amores”?

    Não sei se está coerente o negócio, fui pensando em várias coisas e saiu meio estranho.

    =**

  13. Eita Renaaaan o/
    Já disse e repito: Vc escreve bem demais! Quero ser como vc quando eu crescer…
    pasdghagsdpgapsgdpgaS
    Saudade.=*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: